Grêmio, TBZ e OAS concedem coletiva

25 de maio de 2008 às 9:58:15 | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Nesta terça-feira, o vice-presidente Eduardo Antonini, o representante da empresa portuguesa TBZ, Manoel Tinoco, o representante da OAS, Louzival Mascarenhas, e o arquiteto Pedro Santos, concederam entrevista coletiva à imprensa. Eles abordaram diversos assuntos relativos à construção da Arena.

http://www.gremio.net/news/view.aspx?id=4956

http://www.clicrbs.com.br/clicesportes/jsp/default.jsp?newsID=a1878932.htm&tab=00003&uf=1

Eduardo Antonini afirmou ter total confiança na TBZ, nos depoimentos dos clubes que têm parceria com a empresa e que o Grêmio acredita na seriedade dos portugueses. 

O representante da TBZ, Manoel Tinoco, disse que o projeto Arena já tem mais de dois anos de duração e que, com muito profissionalismo, o consórcio português e o Grêmio vêm trabalhando neste grande empreendimento. 

Tinoco afirmou que o Grêmio e sua diretoria tiveram uma conduta exemplar nos cuidados dos interesses do clube. Que o risco estará com os empreendedores, e não com o Grêmio, pois a área onde está situada o Olímpico só será entregue quando a Arena estiver concluída. 

Manoel Tinoco comentou que a TBZ desenvolveu um manual muito especial na área do merchandising e do empreendimento, que fez com que os três maiores clubes de Portugal (Sporting, Porto e Benfica) optassem por parcerias com a empresa portuguesa. Disse também que a empresa também possui uma parceria com o Real Madrid. 

O representante da TBZ disse que a empresa, por essas parcerias, teve que afrontar o mercado da pirataria, pois a confecção de camisas e produtos oficiais dos clubes gera um mercado paralelo. E que a TBZ tem a obrigação de combater a pirataria. 

Tinoco comentou que a TBZ tem mais 300 processos criminais movidos contra empresas ou pessoas físicas, que de uma maneira ou outra, foram flagradas praticando atos de pirataria. 

O representante da TBZ comentou o episódio dos cheques. Afirmou que a TBZ moveu quatro ou cinco processos contra o cidadão que deu origem a esse fato e que o mesmo deve uma grande quantia à empresa. E, que por esse fato, a empresa entendeu que não deveria aceitar os pagamentos feitos através dos cheques, e por isso foi tomada a decisão de sustá-los. 

Tinoco disse que o cidadão ameaçou levar o caso à imprensa caso a TBZ não voltasse atrás nos processos. A empresa portuguesa não cedeu à essas pressões e o cidadão divulgou o acontecimento ao jornal “24 horas”, que sem ouvir a versão da TBZ, divulgou essa notícia. Disse que o fato não teve grandes repercussões em Portugal, mas que depois tomou o conhecimento que teve bastante repercussão no Brasil. Disse que a TBZ não é alvo de nenhum processo movido pelo Ministério Público português. Afirmou ser de suma importância essa entrevista coletiva para o esclarecimento dos fatos. 

Também foi mostrado aos jornalistas um vídeo explicando com maiores detalhes o projeto Arena, com comentários do arquiteto Pedro Santos. 

O vice-presidente Eduardo Antonini disse que a Arena terá um lugar especial para os torcedores gremistas fazerem a tradicional avalanche, sem que isso prejudique que o estádio sedie um evento internacional, como a Copa do Mundo de 2014.
 

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: